Memória Institucional da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô): Coleção Diana Danon

Edson Alves Feitosa, Rafael Eduardo Rodrigo da Silva

Resumo


O Metrô de São Paulo tem um privilégio, talvez único: ter a história de sua intervenção na cidade documentada em desenhos e aquarelas, produzidos pela artista plástica Diana Danon, o acervo produzido por ela tem mais de 600 itens, com destaque para aquarelas que ao lado do valor artístico, intrínseco, possuem grande valor documental, pois registram a construção do Metrô, seus trabalhadores, técnicas e equipamentos, de 1972 à 2013. O acervo histórico é de responsabilidade da Biblioteca Neli Siqueira do Metrô, criada em 1972 e tem como principal missão a reunião, o tratamento, a guarda e a preservação da memória bibliográfica e histórica da empresa, além de promover o acesso, a disseminação e a utilização da informação como suporte às atividades das áreas técnicas, é especializada em sistemas metroviários e mobilidade urbana.

Palavras-chave


Acervo Histórico, Diana Danon, Metrô, Mobilidade Urbana, Transporte

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.