Mapeamento de processos: uma experiência nas bibliotecas do IFSP

Angela Halen Claro Franco, Felipe Augusto Arakaki, Jessica Cristiane Pereira da Silva, Rosana da Silva Gomes, Greissi Gomes Oliveira

Resumo


Objetiva-se relatar a experiência do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo acerca do mapeamento dos processos das suas coordenadorias de bibliotecas. A partir da utilização do método Modelagem de Processos e Negócio e do software FreeMind, elaborou-se a árvore dos processos das bibliotecas da instituição. Obteve-se como resultados a construção de uma árvore de processos com 196 atividades, divididas em três grandes grupos: realizar a gestão organizacional da biblioteca, gerenciar o acervo da biblioteca e gerenciar a prestação de serviços da biblioteca. Pode-se compreender que o mapeamento dos processos permite conhecer os processos realizados nas bibliotecas do IFSP, apresentando um diagnóstico situacional. Ademais, a elaboração da árvore de processos permite observar a complexidades das atividades realizadas nas bibliotecas, e explicitar a necessidade pela busca da eficácia das mesmas. Tem-se como próximas etapas do trabalho a realização da análise dos processos mapeados e a modelagem dos processos.

Palavras-chave


Mapeamento de processos. Gestão de bibliotecas. Árvore de processos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.