Futurar e vivenciar a biblioteca escolar: um comunicado dos nativos digitais para a biblioteca pensar na sua ‘tecnoinovação’

Marcelo Calderari MIGUEL, Sandra Maria Souza de Carvalho

Resumo


O uso da tecnologia em sala de aula não é algo novo e nas últimas décadas as novas tecnologias vêm sendo utilizadas como recursos pedagógicos adotas por redes de escola municipais e estaduais no âmbito do Espírito Santo. Este artigo apresenta algumas reflexões relacionadas à cultura da internet, ensino e aprendizagem, dando ênfase ao papel dos nativos digitais frente a visualização da biblioteca escolar do futuro. Para tal, encontraram-se referenciais em diferentes series de ensino que utiliza o espaço da biblioteca da Escola municipal Umef Dr Tuffy Nader (Vila Velha, ES, Brasil) para compreender e analisar suas determinantes, buscou-se expor através de uma pesquisa etnográfica um foco para o âmbito, percurso e desafios da biblioteca diante a cibercultura e tecnologias educacionais, conceitos valiosos para o desenvolvimento de investigações no corpus da Ciência da Informação na contemporaneidade, e assim discute se as características dos nativos digitais e suas implicações para modelo de biblioteca do futuro.

Palavras-chave


Biblioteca Escolar. Geração alpha. Etnometodologia. Simbolismo Organizacional. Unidade de informação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.