O DISCURSO DO BIBLIOTECÁRIO DA BIBLIOTECA PÚBLICA DE SANTA CATARINA SOBRE EXCLUSÃO SOCIAL

Aline Viani Brito, Ana Cláudia Perpétuo de Oliveira

Resumo


Resumo: O estudo aborda a questão dos processos de exclusão social através do discurso do bibliotecário. Objetiva analisar as representações dos bibliotecários da Biblioteca Pública de Santa Catarina a respeito dos processos de exclusão social em seu ambiente de atuação. Apresenta a Biblioteca Pública de Santa Catarina, expõe sobre o bibliotecário atuante em biblioteca pública e trata a respeito de situações de exclusão em ambientes de biblioteca. A pesquisa, do tipo qualitativa, utiliza como base metodológica a Teoria das Representações Sociais (TRS) e o tratamento por parte do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Realiza a análise com base no discurso de sete bibliotecários atuantes na Biblioteca Pública de Santa Catarina. Busca informações sobre as circunstâncias culturais, sociais e econômicas em que se situam os informantes, sobre seu ambiente de trabalho, levanta posições acerca da função social da biblioteca pública e da atuação ética do bibliotecário. Por fim, analisa os conceitos de exclusão expressos por estes profissionais, fazendo a reflexão com a vivência ética prestada nos serviços e os conceitos de exclusão social.

Palavras-chave


Biblioteca pública - Santa Catarina. Bibliotecário. Exclusão social.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.