A EDUCAÇÃO CONTINUADA E O PROTAGONISMO DA MULHER NA BIBLIOTECONOMIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA DA OFICINA “MULHERES NA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E BIBLIOTECONOMIA”

Nathália Lima Romeiro, FRANCIELE CARNEIRO GARCÊS DA SILVA

Resumo


Resumo: Este relato apresenta a experiência docente da oficina “Mulheres na Ciência da Informação e Biblioteconomia” ministrada no 36º Painel Biblioteconomia em Santa Catarina, no ano de 2018. Esta abordagem tinha como objetivo discutir a formação e atuação profissional com enfoque nas contribuições de mulheres na Biblioteconomia e Ciência da Informação. Como aporte teórico, no que diz respeito à problematização da cultura patriarcal, foram citadas autoras como Heleieth Saffioti (2002), Teresinha Souza (2013), Simone Bevouir (2014) e Djamila Ribeiro (2017) e como autor, Pierre Bourdieu (2002). Além da abordagem da cultura patriarcal, foram apresentadas as três fases do movimento feminista e os pensamentos das autoras Audre Lorde (1984), Judith Butler (2003) e bell hooks (2013) sobre o assunto. A metodologia foi composta de aula expositiva e dialogada com dinâmica com enfoque na percepção dos/as participantes sobre a mulher na Biblioteconomia e Ciência da Informação.

Palavras-chave


Biblioteconomia. Gênero. Mulheres na Biblioteconomia. Patriarcado. Oficina.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.