Praler - Prazeres da Leitura

Pierre André Ruprecht, Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, Giovanna Carvalho Sant'Ana, Vanessa Pereira de Sousa, JULIANA BORGHETI DE FIGUEIREDO

Resumo


O Praler – Prazeres da Leitura, criado em 2008 pela Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, é um programa que tem como finalidade promover e desenvolver o gosto pela leitura em populações potentes que vivem em territórios que apresentam características de vulnerabilidade social. O Praler tem a SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura, organização social de cultura, como parceira em seu planejamento, execução, monitoramento e avaliação.
O objetivo é que a literatura, os livros e a leitura apoiem processos individuais de recuperação e de resgate da autoestima. Uma vez realizada a ação, a ideia é compartilhar com a organização parceira um aprendizado sobre o uso da leitura como instrumento para a promoção social, cultural e de cidadania. O programa prevê a doação de um acervo de publicações variadas e a realização de uma série de intervenções conduzidas por profissionais e atores locais com experiência em diversas formas de mediação de leitura.
Suas atividades são voltadas a pessoas abrigadas em espaços públicos como asilos, hospitais, albergues, casas de saúde e presídios, além de organizações dedicadas à educação não formal.
O envolvimento da comunidade e das organizações é fundamental para a continuidade das ações após o término das intervenções do programa. Somente o empoderamento dos atores sociais em seus respectivos territórios é capaz assegurar a autonomia e a sustentabilidade das ações de mediação de leitura e programação cultural por meio de pessoas que se apropriam e aprimoram estratégias conforme as necessidades de cada comunidade.

Palavras-chave


Leitura, Literatura, Biblioteca Viva, Território, Vulnerabilidade Social.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.