O ACESSO À INFORMAÇÃO PARA DEFICIENTES VISUAIS EM BIBLIOTECAS PÚBLICAS E INSTITUIÇÕES ESPECIALIZADAS DE ARACAJU

Isabel de Jesus Roque, Telma de Carvalho

Resumo


Este trabalho foi desenvolvido com a finalidade de identificar como os deficientes visuais são assistidos pelas bibliotecas públicas da cidade de Aracaju/SE e por instituições especializas no acesso à informação. Buscou verificar se as tecnologias assistivas disponíveis nas bibliotecas e nestas instituições atendem às suas necessidades informacionais e quais produtos e serviços são oferecidos a esta comunidade para favorecer o desenvolvimento pessoal e cultural. A metodologia utilizada baseia-se em questionário e em entrevista, tratando-se de pesquisa descritiva e exploratória, com abordagem qualitativa. As bibliotecas públicas participantes da pesquisa foram a Biblioteca Pública Epifânio Dórea (BPED) e a Biblioteca Pública Municipal Clodomir Silva (BPMCS) e as instituições foram a Associação de Deficientes Visuais de Sergipe (ADEVISE) e a Coordenadoria de Apoio Educacional às Pessoas com Deficiência (COEPD). Os resultados demonstraram carência nas bibliotecas públicas no que diz respeito ao acesso a informação direcionada a pessoa com deficiência visual. As instituições especializadas estão aparelhadas para ampliar o acesso a informação, leitura e tecnologias assistivas. Considera-se, portanto que as bibliotecas e as instituições especializadas têm finalidades diferenciadas entre si, mas tentam promover o estímulo à leitura. Há necessidade, especialmente nas bibliotecas públicas, de capacitação de pessoal para atendimento ao público de deficientes visuais bem como tecnologias assistivas para facilitar o acesso à informação.

Palavras-chave


Tecnologia assistiva; Deficientes visuais; Inclusão social; Lei Brasileira de Inclusão; Cidadania

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.