Redes de paz na Colômbia: La paz se toma la palabra

Debora Vilar Melo, Cristian Eduardo Gomez Ardila

Resumo


Discorre a experiência de mediadores de cultura no projeto cultural nacional La paz se toma la palabra, da Sub-gerência Cultural do Banco da República de Colômbia, desenvolvido pela Rede de Bibliotecas. Expõe o cenário de conflito que perdurou na Colômbia, o Acordo de Paz e a mobilização para a construção da paz. Em seguida, explica como funciona o projeto La paz se toma la palabra, que se utiliza da metodologia de redes sociais. Tece acerca do trabalho dos mediadores de cultura. Considera que, somadas a capacidade de articulação das bibliotecas e a disponibilização à sociedade de seu capital humano e material, quando trabalhado em rede, o resultado é a reconstrução da tessitura humana e social.

Palavras-chave


Paz; Bibliotecas; Mediação cultural; Redes sociais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.