BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: DEMOCRATIZANDO O CONHECIMENTO À LUZ DO ACESSO ABERTO

Maria Elizabeth de Oliveira Costa, Jorge Santa Anna

Resumo


O presente texto contempla dados parciais de uma investigação em nível de Doutorado, em continuidade à pesquisa de Mestrado, com o propósito de apresentar reflexões sobre acesso aberto, educação a distância e democratização do conhecimento. O objetivo é analisar os serviços informacionais disponibilizados pelas bibliotecas universitárias aos alunos da educação a distância, apontando as contribuições do acesso aberto, nesse contexto. Como metodologia, adota pesquisa bibliográfica, documental e estudo de caso, o qual foi conduzido pela aplicação de questionário a graduandos do ensino a distância. Por meio dos resultados, observou-se que o acervo, bases de dados, a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações, catálogo on-line, serviço de comutação bibliográfica e o Portal de Periódicos da Capes são os elementos disponibilizados pelas bibliotecas. Dentre esses, o acesso a algumas bases de dados e ao Portal de Periódicos da Capes, somente é garantido aos alunos que estão inseridos nas instituições consorciadas. Esse fato demonstra o potencial do acesso aberto, visto que coloca em prática a democratização do conhecimento e da educação. Conclui-se acerca da relação entre ensino a distância, acesso aberto, bibliotecas universitárias e democratização do conhecimento. Esses elementos são dependentes entre si, visto que a qualidade da educação a distância é influenciada pela garantia do acesso livre ao conhecimento, e as bibliotecas universitárias são os elementos mediadores e facilitadores que, ao favorecer esse acesso, contribuem na eliminação das desigualdades, de modo a possibilitar uma sociedade cada vez mais democrática.

Palavras-chave


Educação a Distância. Acesso Aberto. Bibliotecas Universitárias. Democratização do conhecimento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.