Comunicações escritas de autoras lésbicas publicadas nos periódicos eletrônicos Periodicus e Caderno de Gênero e Diversidade no período de 2014 a 2018: uma pesquisa em andamento

Zuleide Paiva da Silva, Jaqueline de Souza Santos, Eduarda Araújo Santos Silva, Ana Paula Rosário Moreira, Lucilia Maria LIMA VIEIRA

Resumo


Situado no campo dos estudos feministas, este trabalho exploratório de natureza quanti-qualitativa tem como objeto a produção científica das revistas eletrônicas Periodicus, produzida pelo grupo de pesquisa CUS-Cultura e Sexualidade (UFBA), desde 2014, e Caderno de Gênero e Diversidade, produzido pelo GIRA-Núcleo de Estudos Feministas em Política e Educação (UFBA), desde 2015. O objetivo é cartografar a comunicação escrita de lésbicas publicadas nas referidas revistas no período de 2014 a 2018. Dois pressupostos norteiam o estudo, o primeiro reconhece as revistas em questão como canais de difusão do pensamento lésbico e o segundo sugere que a construção da identidade lésbica e a lesbofobia são temáticas que atravessam de forma direta ou indireta a comunicação escrita das lésbicas. O problema da investigação está centrado tanto na compreensão das autoras lésbicas sobre a existência e resistência lésbica, quanto no reconhecimento das matrizes teóricas que fundamentam o pensamento lésbico. A Cartografia é o método apreendido, no qual a análise é a um só tempo o exercício de descrever, intervir e criar efeitos-subjetividades. Assim o método cartográfico mantem resistência aos regimes de normalidades e reconhece a necessidade de uma epistemologia do abjeto baseada na intereseccionalidade das categorias. Para tanto, recorremos à pesquisa bibliográfica como procedimento metodológico e a analise bibliométrica como ferramenta estatística.

Palavras-chave


Lésbica. Produção escrita-Lésbica. Cartografia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.