Reeducandos do sistema prisional: Perfil e percepções a cerca da leitura

Marizangela Gomes Morais, Sandra Lúcia Freire Costa

Resumo


A presente pesquisa busca analisar a Biblioteca no estabelecimento prisional. Trata-se de uma pesquisa básica quanto à natureza do estudo de caso, da Biblioteca do Núcleo de Custódia do Sistema Prisional de Goiás. É uma pesquisa de natureza qualitativa, quantitativa tendo como sujeitos de pesquisa 50% dos reeducandos de uma unidade Prisional de Goiás. O estudo visou identificar o perfil dos reeducando bem como suas percepções e habitos sobre leitura assim como os benefícios esperados em relação aos materiais de leitura, quantidade e o tempo gasto com a leitura; os sentimentos e o reconhecimento da Biblioteca prisional. Os resultados encontrados demonstram que os indivíduos encarcerados se rendem a leitura e de seus benefícios, solicitando oportunidades de acesso a Biblioteca do estabelecimento prisional, com incentivo ao uso da leitura com objetivo ressocializador.

Palavras-chave


Bibliotecário prisional. Leitura. Bibliotecas, reeducando.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.