50 tons de cinza e relacionamento abusivo: um olhar do cárcere.

Camila Conceição Barreto Vieira, Raquel Gonçalves da Silva de Araújo Fernandes, Paulo Roberto Fernandes Junior, Germana Gonçalves de Araujo

Resumo


Aborda o papel da biblioteca no cárcere no que concerne às atividades relacionadas ao clube de leitura no presídio feminino de Sergipe. O artigo apresenta os resultados de uma atividade realizada com 24 internas do Prefem dentro do contexto da biblioteca prisional. Foram apresentados os contextos do relacionando abusivo presentes na literatura do livro trabalhado, 50 tons de cinza, relacionando as práticas de abusos existentes na vida das internas e as do livro. Foram relacionados os impactos de poder entre o homem e as internas no que confere ao resultado fim que a levou ao cárcere, expondo conectores nos motivos que as levaram até esse fim. Nas considerações finais foram observadas a importância da biblioteca prisional e do profissional bibliotecário quanto ao seu papel social em desenvolver temáticas que possam ajudar no empoderamento feminino e outras temáticas que possam auxiliar a vida da mulher no cárcere.

Palavras-chave


Emponderamento Feminino; Cárcere; Biblioteca Prisional

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.