Os benefícios do Linked Data para catálogos de bibliotecas: reflexões preliminares

Paula Regina Ventura Amorim Gonçalez, Felipe Augusto Arakaki, Morgana Carneiro Andrade, Ana Carolina Simionato

Resumo


Atualmente os catálogos possuem um estrutura delineada por uma proposta de intercambiar fichas catalográficas. Entretanto, na década de 90, com o desenvolvimento e propagação da Web, novas tecnologias surgiram para agilizar e ampliar as possibilidades de representação, recuperação e acesso à informações. Nesse contexto, vislumbrando cenários de possíveis aplicações dessas tecnologias em catálogos, o objetivo deste trabalho é discutir os benefícios do Linked Data, para multidimensionar as possibilidades e benefícios de acesso em catálogos. Para compor os procedimentos metodológicos desta pesquisa, optou por uma pesquisa exploratória e de caráter qualitativo. Para tanto, as bibliotecas precisam estruturar os metadados existentes de forma a se adequarem às diretrizes Linked Data. Como discorrido no trabalho, o enriquecimento dos metadados pelo conceito Linked Data e conjunto o uso das tecnologias semânticas disponíveis, permitem multidimensionar as possibilidades e benefícios de acesso em catálogos para a descoberta dos dados e recursos por motores de busca na Web. Nesse sentido, a aplicação do conceito Linked Data é delineada a partir da reestruturação dos dados de cada registro no catálogo, pensando em uma modelagem de dados que possa conduzir para os relacionamentos entre os mesmos, e não, para uma nova forma de visualização dos dados.

Palavras-chave


Linked Data, Catalogação,

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.