O catálogo da Biblioteca do IBGE como meio de acesso aos indicadores da Agenda 2030 para o Brasil

Gerlaine da Rocha Braga, Catarina Felix dos Santos Soares

Resumo


Objetiva apresentar o catálogo da Rede de Bibliotecas e Salas de Leitura (RBSL) do IBGE como meio de acesso aos indicadores de desenvolvimento sustentável produzidos pela Instituição para mensurar o alcance da Agenda 2030 da ONU no Brasil. Sendo sua Biblioteca Central a responsável por guardar, preservar e disseminar a produção institucional, ela servirá de elo principal entre os indicadores produzidos e documentados pelo IBGE e a sociedade, cujo primeiro acesso poderá ser realizado por meio do catálogo da RBSL. O IBGE conta atualmente com mais vinte e nove unidades entre Bibliotecas e Salas de Leitura espalhadas pelas capitais brasileiras, compondo assim sua Rede de disseminação. Aliado a esta rede o catálogo da Biblioteca se constitui como um dos principais meios de comunicação entre o IBGE e a sociedade. Considerando a relevância do catálogo, a Biblioteca Central iniciou e liderou a partir de maio de 2017 um processo de migração do sistema de catalogação e gerenciamento do acervo, abarcando também o acervo das outras unidades que compõem a Rede de disseminação. Neste âmbito, representar as informações produzidas pelo IBGE torna-se um desafio constante, não somente em caracterizar os registros do conhecimento, individualizando-os, mas em reuni-los e relacioná-los. Destaca-se, por conseguinte, o papel fundamental exercido pelos bibliotecários que ao tomar decisões com foco nos usuários do catálogo podem tornar a informação recuperável e acessível. Assim, percebe-se a importância social desempenhada pelo catálogo enquanto ponte de acesso entre o cidadão/usuário e a informação pública que poderá transformar sua realidade.

Palavras-chave


Catálogo, indicadores, acesso à informação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.