Plano Nacional de Leitura e Escrita e ODS Educação de Qualidade: convergências e discursos

Everton da Silva Camillo, Claudio Marcondes Castro Filho

Resumo


O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4 faz-nos perceber como é importante reforçar os elos da Política Nacional de Leitura e Escrita (PNLE) com o meio ambiente, com os meios social e cultural da comunidade numa perspectiva que envolva áreas como economia, política e saúde, entre outras. A cooperação entre a PNLE, especificamente no Brasil, e os ODS, particularmente nos países do latino-americanos e ibéricos da América do Sul e em países europeus de cultura e idioma latinos, permite o intercâmbio tanto de informações quanto de experiências para o alcance de um tal fim que busca fomentar a educação de qualidade. Mediante essas considerações, este estudo objetivou averiguar a existência de relações entre a Política Nacional de Leitura e Escrita (PNLE) e o ODS 4, Educação de Qualidade, da Agenda 2030, bem revelar discursos de convergência oriundos dessa relação. Para tanto, utilizou-se de um estudo documental, qualitativo e exploratório. Como método de pesquisa valeu-se da Análise de Conteúdo, com a aplicação de três das várias técnicas de operacionalização desse método: análise categorial (ou temática), análise da enunciação e análise lexical. Como resultado principal da pesquisa, pôde-se concluir que a PNLE, embora tenha relações com o ODS 4, Educação de Qualidade, da Agenda 2030, não dispõe de um expressivo valor de aderências e relações.

Palavras-chave


PNLE. Educação de Qualidade. Política Pública. Agenda 2030.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.