CONTROLE DE AUTORIDADE PARA PUBLICADORES E LOCAIS DE PUBLICAÇÃO: POR QUE NÃO?

Fabrício Silva Assumpção

Resumo


Partindo da Declaração dos Princípios Internacionais de Catalogação, este ensaio apresenta reflexões acerca do controle de autoridade para publicadores e locais de publicação. São destacados os princípios da conveniência do usuário, da representação, da precisão, da consistência e padronização, da interoperabilidade e da racionalidade, e sua relação com o controle de autoridade para publicadores e locais. Por fim, são apresentados questionamentos que podem auxiliar no delineamento de políticas de catalogação.

Palavras-chave


Controle de autoridade. Princípios de catalogação. Catalogação descritiva.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.