A FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL NO VIAF

Liliana Giusti Serra, Luciana Grings

Resumo


A Fundação Biblioteca Nacional (FBN) é uma das maiores bibliotecas nacionais do mundo e a maior da América Latina. Sua coleção é composta por cerca de 9 milhões de registros e chegou ao Brasil em 1808, com a vinda da corte de D. João VI ao Rio de Janeiro. É a entidade responsável pelo depósito legal e pelo controle bibliográfico brasileiro.
O VIAF (Virtual International Authority File) é um consórcio de cooperação formalizado em 2003 e coordenado pela OCLC (Online Computer Library Center). O consórcio foi estabelecido entre bibliotecas e agências nacionais com o intuito de centralizar e disponibilizar registros de autoridades de Pessoas, Entidades, Nomes geográficos, Obras (títulos uniformes) etc., em âmbito internacional.
Este relato de experiência descreve o processo de adesão da FBN ao VIAF, desde os contatos iniciais, envio de registros para análise, acertos nos metadados, formalização do acordo de cooperação, início dos testes e aguardo de ajustes finais para disponibilizar os registros do Brasil no consórcio. No presente momento o Brasil já está representado no VIAF, porém ainda sem dados visíveis para consulta.
Trata-se de um marco na história da FBN ao engajar-se em projeto cooperativo em prol do compartilhamento de dados de autoridades, com estabelecimento de descrição de nomes em língua portuguesa, contribuição para divulgação do controle bibliográfico brasileiro e posicionamento da instituição em nível internacional.

Palavras-chave


Fundação Biblioteca Nacional; VIAF; Controle de autoridades

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.